5 de ago de 2012

Despedida

Tela-Volegov


"Entre meu amor e eu hão de levantar-se

trezentas noites como trezentas paredes

e o mar será magia entre nós.

De sereias várias ao inverso

Não haverá senão recordações.

Ó tardes merecidas pela pena

noites esperançadas de olhar-te

campos de meu caminho, firmamento

que estou vendo e perdendo...

Definitiva como um mármore

entristecerá tua ausência

outras tardes."


(Jorge Luis Borges)Ó tardes merecidas pela pena

noites esperançadas de olhar-te

campos de meu caminho, firmamento

que estou vendo e p

(Jorge Luis Borges)

Nenhum comentário: