30 de out de 2007

Meu Anjo-OMAEL
Sobre o anjo Omael
Categoria: Dominações
Príncipe: Tsadkiel
Protege os dias:18/04 - 30/06 - 11/09 - 23/11 - 04/02
Número de sorte: 6
Mês de mudança: junho
Carta do tarô: Os enamorados
Está presente na Terra:de 9:40 às 10:00 da manhã
Salmo: 70

O Anjo: Este anjo ajuda as pessoas que estão em desespero a ter mais paciência. Domina a proteção ao reino animal e influi na perpetuação das espécies e das raças. Influencia os químicos, os médicos e os cirurgiões.

Influência: Quem nasce sob esta influência é extremamente justo e vive em harmonia com seu universo. Por ser superprotegido por seu anjo, terá uma confiança inabalável em si mesmo e lutará sempre por grandes ideais. Amará os animais, a natureza e os homens com uma grande sinceridade. Terá conhecimento geral de todas as áreas, estando sempre reavaliando as situações em busca de uma visão mais objetiva. Os anjos predizem a vitória, sucesso e realização em todos os sentidos, mas caberá a cada um escolher a caminhada sobre as linhas do destino.

Combinação

Áries e Escorpião....será q tem jeito de dar certo?

À primeira vista, não há caso possível entre o irônico e reservado escorpião e o franco e ousado carneiro. Mas só à primeira vista: a imagem mais suave de um encontro entre os dois é uma explosão atômica. Nenhuma combinação tem uma voltagem sexual tão alta como esta. Ciúmes, confrontos e reconciliações deliciosas. A única cautela a se tomar é trancar em armários toda a porcelana e cristais da casa. O casal, uma vez reconciliado, pode até se esquecer do motivo da briga, mas os vasos da Bohemia e cinzeiros de Murano não têm mais conserto. (Por Amanda Costa)

27 de out de 2007

Imenso amor o meu

(Solange Rech)
"Imenso amor o meu, de tal jaz
Que minha alma, liberta da couraça
Do egoísmo, da mágoa, da aridez,
Vive no espaço que esse amor lhe traça.
Dia após dia, mês depois de mês,
Sigo teus passos, preso à tua graça.
És a resposta a todos os porquês
E a afirmação de que nem tudo passa.
Quando disseste “vem comigo”, eu fui
Pois eras a esperança, eras meu sonho
mais divino, mais puro, mais pudico.
Como a lei natural impõe um fim,
Morra eu, que de matéria me componho,
Mas nunca morra o amor que te dedico."

Magia


...Numa noite qualquer
a magia flutuava no ar,nos versos lindos,na fala macia...

o sonho de uma vida
em promessas, desejos...

sonhos?

Paixão e dor,
ciúmes insanos e ternura intensa,
dois afogados num mar de esperança,
momentos ávidos de amor.

A realidade?
nunca importou,nem o passado,
só nós dois,caminhando juntos
tontos ,enfeitiçados de amor,
amor louco que se foi.


A tua presença,o teu sorriso
doem no vazio que ficou
as lágrimas lavam a dor do abandono
e o silêncio sem sonhos...
apenas a noite.
Alma gêmea...tão longe.

Pati K


Hj faz 2 anos que o primeiro encontro aconteceu.

26 de out de 2007

Hoje faz 1 ano....parece séculos de distância,vazio e escuridão.
Os dias vão e vêm e a saudade continua igual,
um pedaço de mim ficou lá na terra dos sonhos contigo,
onde os seres são livres,
onde não existe dor,
onde só o AMOR importa.
Pati K
________________________________________________________________

22 de out de 2007

Apesar de tudo

(Martha Medeiros)

"Apesar de tudo, continuamos amando, e este "apesar de tudo" cobre o infinito.

Esta frase do filósofo Cioran expressa a extensão dos nossos obstáculos amorosos.

Apesar de termos acreditado na eternidade dos nossos sentimentos e depois descobrirmos que nada mantém-se estável por muito tempo, continuamos amando. . Apesar de termos sofrido noites inteiras por amores que não se concretizaram ou que foram vagos ou pueris, continuamos amando. . Apesar de termos sido rejeitados, apesar de o nosso amor não ter sido suficiente para encantar o outro e fazê-lo permanecer ao nosso lado, continuamos amando. . Apesar de todos os livros escritos, todas as sentenças filosóficas, todas as análises terapêuticas e todos os exemplos de paixões falidas, continuamos amando. . Apesar de não termos mais 15 anos e estarmos numa idade em que os outros acreditam que o nosso coração envelheceu, continuamos amando. . Apesar de a pessoa que a gente ama sentir por nós um amor de amigo, um amor fraterno, um amor camarada que nada faz lembrar o amor ardente que a gente deseja e sonha, continuamos amando. . Apesar de a gente saber que o amor acaba, que o amor talvez nem seja pelo outro, mas apenas uma projeção do amor que a gente tem por nós mesmos, continuamos amando. . Apesar da falta de grana, das desilusões com a política, do cansaço no final do dia, dos projetos que não foram adiante, do tempo que nos falta e do medo que nos sobra, continuamos amando. . Apesar da chuva que não permite o passeio de mãos dadas, do espaço compartilhado que não permite privacidade, da desaprovação dos que nada têm a ver com o assunto, continuamos amando. . Infinitamente, apesar de tudo e todos e apesar de nós mesmos, continuamos amando ..."

19 de out de 2007

Noite fria,noite sem você


Fabiano Estevão

Noite fria, noite sem você ...
Acordei e ainda era madrugada
Senti o frio do tempo e o frio no coração,
Encolhi-me para me proteger do vento,
Chorei para cobrir meu coração.


Queria que estivesses ao meu lado,
Queria que não existisse esse abismo entre nós.
Se eu pudesse, encheria-o com todas minhas lágrimas
Assim eu te alcançaria
Ou ainda, deixaria meu coração escorrer,
E assim também te alcançaria...
Mas não é possível chorar tanto
Não é possível sangrar o bastante; (não sozinho)

Mas possível é deixar meus pensamentos criarem asas,
E com elas, voar por sobre todo o abismo,
Por sobre qualquer distância
E te envolver nos meus braços,
Encostar-me em teu corpo e aquecer-me,
Aquecer meu coração ....


Assim foi, até as lágrimas cessarem,
Até o frio passar, até eu conseguir dormir,
Mesmo que, através dos pensamentos,
Consegui dormir ao teu lado...

18 de out de 2007

Eu desejo que desejes

Martha Medeiros

"Eu desejo que desejes ser feliz de um modo possível e rápido, desejo que desejes uma via expressa rumo a realizações não utópicas, mas viáveis, que desejes coisas simples como um suco gelado depois de correr ou um abraço ao chegar em casa, desejo que desejes com discernimento e com alvos bem mirados.
Mas desejo também que desejes com audácia, que desejes uns sonhos descabidos e que ao sabê-los impossíveis não os leve em grande consideração, mas os mantenha acesos, livres de frustração, desejes com fantasia e atrevimento, estando alerta para as casualidades e os milagres, para o imponderável da vida, onde os desejos secretos são atendidos.
Desejo que desejes trabalhar melhor, que desejes amar com menos amarras, que desejes parar de fumar, que desejes viajar para bem longe e desejes voltar para teu canto, desejo que desejes crescer e que desejes o choro e o silêncio, através deles somos puxados pra dentro, eu desejo que desejes ter a coragem de se enxergar mais nitidamente.
Mas desejo também que desejes uma alegria incontida, que desejes mais amigos, e nem precisam ser melhores amigos, basta que sejam bons parceiros de esporte e de mesas de bar, que desejes o bar tanto quanto a igreja, mas que o desejo pelo encontro seja sincero, que desejes escutar as histórias dos outros, que desejes acreditar nelas e desacreditar também, faz parte este ir-e-vir de certezas e incertezas, que desejes não ter tantos desejos concretos, que o desejo maior seja a convivência pacífica com outros que desejam outras coisas.
Desejo que desejes alguma mudança, uma mudança que seja necessária e que ela não te pese na alma, mudanças são temidas, mas não há outro combustível para essa travessia. Desejo que desejes um ano inteiro de muitos meses bem fechados, que nada fique por fazer, e desejo, principalmente, que desejes desejar, que te permitas desejar, pois o desejo é vigoroso e gratuito, o desejo é inocente, não reprima teus pedidos ocultos, desejo que desejes vitórias, romances, diagnósticos favoráveis, mais dinheiro e sentimentos vários, mas desejo, antes de tudo, que desejes, simplesmente."

Murmúrio


Cecília Meireles


"Traze-me um pouco das sombras serenas

que as nuvens transportam por cima do dia!

Um pouco de sombra, apenas,

- vê que nem te peço alegria.


Traze-me um pouco da alvura dos luares

que a noite sustenta no teu coração!

A alvura, apenas, dos ares:

- vê que nem te peço ilusão.


Traze-me um pouco da tua lembrança,

aroma perdido, saudade da flor!

- Vê que nem te digo - esperança!

- Vê que nem sequer sonho - amor! "

O pão espiritual


André Luis(Chico Xavier)


"O pão espiritual, amassado em luz invisível,
É alimento do coração – constante e durável.
Dado embora em migalhas – é valor infinito...
Semente de sabedoria – tornar-se-á celeiro farto,
Minuto de esclarecimento – rasga horizontes eternos,
Verbo silencioso – criará mundos novos,
Toque de fé – salvará muitas vidas,
Bênção de amor – renovará o estímulo apagado,
Gota de consolação – amenizará muitas dores,
Água da vida – fecundará campos mortos,
Dom divino – sustenta milhares de criaturas,
Réstia de esperança – erguerá desesperados,
Pétala da paz – elimina incêndios da discórdia,
Raio de luz – descerra caminhos ocultos,
Dádiva de compreensão
extingue as sombras da ignorância e do ódio.

Abençoadas sejam as mãos –
que cooperam à Mesa Imperceptível de Deus,
Acrescentando esse pão – sublime e imperecível...
Distribui-o, em torno de teus passos,
E semearás gloriosos destinos,
Desfazendo as trevas em derredor,
Arando o chão duro dos corações cristalizados no mal,
Restituindo a visão aos cegos dos vales da morte,
Devolvendo alegria aos tristes,
Levantando os que tombaram,
Socorrendo náufragos,
Enriquecendo os pobres de luz,
Abrindo portas redentoras,
Rompendo muralhas e fronteiras
E unindo almas no Grande Amor...

Segue, mundo afora, espalhando-lhe as graças,
Na certeza de que o Cristo
É o Pão que desceu do Céu!"


Eu te amo não diz tudo

(Arnaldo Jabor)

Ele(a) diz que te ama... então tá! Ele(a) te ama! Assunto encerrado!!!
Você sabe que é amado porque lhe disseram isso, as três palavrinhas mágicas.
Mas saber-se amado é uma coisa, sentir-se amado é outra, uma diferença de quilômetros.
A demonstração de amor requer mais do que beijos, sexo e palavras.
Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida,
Que zela pela sua felicidade,
Que se preocupa quando as coisas não estão dando certo,
Que se coloca a postos para ouvir suas dúvidas,
E que dá uma sacudida em você quando for preciso.
Ser amado é ver que ele(a) lembra de coisas que você contou dois anos atrás,
E vê-lo(a) tentar reconciliar você com seu pai,
É ver como ele(a) fica triste quando você está triste,
E como sorri com delicadeza quando diz que você está fazendo uma tempestade em copo d`água.
Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a mágoa em munição na hora da discussão.
Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente inteiro.
Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada,
Aquele que sabe que tudo pode ser dito e compreendido.
Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é,
Sem inventar um personagem para a relação,
Pois personagem nenhum se sustenta muito tempo.
Sente-se amado quem não ofega, mas suspira;
Quem não levanta a voz, mas fala;
Quem não concorda, mas escuta.
Agora, sente-se e escute: Eu te amo não diz tudo!
"Para conquistarmos algo na vida não é necessário, apenas, força ou talento; é preciso, acima de tudo, ter vivido um grande amor"

Sinta


Sinta
o gosto de um beijo
por um recado mandado
se for capaz de amar.
Sinta
o cheiro de amor
que se difunde no ar
se for capaz de sonhar.
Sinta
um coração à distância
batendo em seu próprio peito
e se ainda não estiver satisfeito
pegue uma foto que lhe faça recordar e chore,
se for pra chorar.
Mas não negue nunca
seus sentimentos guardados
nem se envergonhe
de ser humano
e ter um coração
que não é de pedra, que bate
e que é capaz de amar...
viver... sonhar...
(autor desconhecido)

Vendaval

Fernando Pessoa

"Ó vento do norte, tão fundo e tão frio,
Não achas, soprando por tanta solidão,
Deserto, penhasco, coval mais vazio
Que o meu coração!
Indômita praia, que a raiva do oceano
Faz louco lugar, caverna sem fim,
Não são tão deixados do alegre e do humano
Como a alma que há em mim!
Mas dura planície, praia atra em fereza,
Só têm a tristeza que a gente lhes vê
E nisto que em mim é vácuo e tristeza
É o visto o que vê.
Ah, mágoa de ter consciência da vida!
Tu, vento do norte, teimoso, iracundo,
Que rasgas os robles — teu pulso divida
Minh'alma do mundo!
Ah, se, como levas as folhas e a areia,
A alma que tenho pudesses levar -
Fosse pr'onde fosse, pra longe da idéia
De eu ter que pensar!
Abismo da noite, da chuva, do vento,
Mar torvo do caos que parece volver -
Porque é que não entras no meu penssamento
Para ele morrer?
Horror de ser sempre com vida a consciência!
Horror de sentir a alma sempre a pensar!
Arranca-me, é vento; do chão da existência,
De ser um lugar!
E, pela alta noite que fazes mais'scura,
Pelo caos furioso que crias no mundo,
Dissolve em areia esta minha amargura,
Meu tédio profundo.
E contra as vidraças dos que há que têm lares,
Telhados daqueles que têm razão,
Atira, já pária desfeito dos ares,
O meu coração!
Meu coração triste, meu coração ermo,
Tornado a substância dispersa e negada
Do vento sem forma, da noite sem termo,
Do abismo e do nada!"