28 de mai de 2008

Pensamentos soltos,sem regras,sem laços...apenas o sentir e o esperar...


Fotógrafo-Georg Suturin

18 de mai de 2008

Te quero

Te quero de novo.
Minha vida são ecos de um passado
que não deixo ir embora.
Será que estou errada?
Eu quero te olhar nos olhos de novo,
Ver a esperança sorrindo para mim.
Quero o amor de nós dois de volta,
Só tu completas minha solidão.
Quero ouvir tua voz,
Que alimenta minha fome de ti.
Não culpo nada nem ninguém.
Só quero o amor de volta,o teu amor.
Quero teus braços me aquecendo
Me fazendo sentir o prazer de ser amada,
Quero tua resposta quando eu chamar,
Porque só tu és importante
O suficiente para eu me importar.
Quero a chance de novo,
Batendo na minha porta,para não desperdiçá-la.
Quero teu sorriso comigo,
Para sempre me encantando.
Quero a benção dos anjos que acompanham
e iluminam o nosso caminho.
Não estou errada.
O teu coração é meu e o meu é teu.
Te quero.
Pati K

Canção da Vez Primeira

(Lya Luft)

Guardei-me para ti como um segredo
que eu mesma não desvendei:
há notas na minha viola
que não toquei,
há praias na minha vida
que não andei.

É preciso que tomes
além do riso e do olhar
naquilo que não conheço
e adivinhei;
é preciso que me cantes
a canção que serei
e me cries com teu gesto
que nem sonhei.

14 de mai de 2008

uma foto linda




Sempre é tempo de abrir a janela e encarar o mundo.A vida corre lá fora.

Pati K


Prá minha amiga Lu e para o meu amigo Sibarita,que não me abandonaram....

Beijos especiais a vcs!

6 de mai de 2008





Fotógrafo:Sophia Douma

4 de mai de 2008

uma foto linda


Fotógrafo:Antônio Lança

3 de mai de 2008

Canção do Estranhamento





(Lya Luft)






Baixei as tranças para que viesses,

dei-te a chave para que habitasses

os meus quartos mais secretos.

Mas de repente vejo-te na praia

buscando um horizonte diferente

que nem eu antes disso pressentia.

Quero deixar-te ir,sem desprender-me

de tudo isso que sou e desejaste,

e me dói,e me espanta e me remorde

abrir a mão para o teu sonho alado

sem te cobrar ternuras nem cuidados

com o que conquistaste e já não queres,

que te libertaria mas te algema

e que te inquieta agora,com desejos

de correr,de voar,de estar ausente.



Quero ser o que ainda ontem fomos,

quero ter o que nós dois tivemos,

quero que a realidade se recolha

e permaneça,entre nós a fantasia.


***************************************************************************


Tudo está diferente.
Os cheiros da estação, o humor, a voz sem resposta,
a mão estendida sem outra à espera,
o corpo e o coração apático,
o frio que se entranha nas paredes,
no chão e na alma.
Tudo meio morto,sem graça.
Tenho que fechar a porta.

"Encarar a realidade é um modo de morrer.Mas sem isso não haverá renascimento."(Lya Luft)

1 de mai de 2008

uma foto linda


Fotógrafo:
Aleksandr Krivickij
"A hora mais escura é a que vem antes do sol nascer."
Provérbio Espanhol



... segue a vida...pregando peças,deixando pontas soltas,
caminhos não percorridos ,
sonhos desfeitos,
...ingenuidade?

mágoa incerteza,palavras inúteis.

Somente saudade

do riso solto , de acreditar no amanhã .

Balada





(Florbela Espanca)

Amei-te muito e eu creio que me quiseste
Também por um instante ,nesse dia
Em que tão docemente me disseste
Que amavas 'ma mulher que o não sabia.

Amei-te muito,muito! Tão risonho
Aquele dia foi,aquela tarde!...
E morreu como morre todo sonho
Deixando atrás de si só a saudade...

E na taça do amor,a ambrosia
Da quimera bebi naquele dia
A tragos,bons,profundos a cantar...

O meu sonho morreu...Que desgraça!
................................................................
E como o rei de Thule da balada
Deitei também a minha taça ao mar...