10 de jul de 2008

Este poema anterior(abaixo) foi um poema q escrevi nos dias negros de um passado não muito distante,em q tudo parecia sem graça e sem vida e hj eu tenho de novo a esperança entranhada no coração, restaurada por aquele q a roubou de mim naquela época.
Por isso, se as lágrimas vertem com indignação ou com resignação...será temporário,ninguém chora para sempre...o sol se põe ,mas nasce de novo no amanhecer,as flores se fecham,mas abrem de novo quando vem o novo dia...chega o inverno,duro,difícil,escuro,carregado,mas depois vem a primavera,alegre,cheia de vida,florescendo de esperança.
Assim é a vida,assim somos nós, assim é o AMOR,um eterno renovar .De amores velhos ou novos.
Isto é vida.
Pati K

Um comentário:

O Sibarita disse...

Pati, não preciso dizer mais nada você ja disse nas suas brilhantes palavras, eita mulher retada meu Deus!

bjs
O Sibarita