4 de abr de 2008

Canção em Outras Palavras
















Outra poesia linda da Lya Luft,uma das minhas preferidas:

O melhor cuidado com o amor
é deixar que floresça,pois amor não se cultiva:é flor
selvagem
,bela por ser livre.
Como as estações do ano,ele se abre,
dorme e volta a perfumar a vida.
Amor é dom que se recebe
com ternura,para que não pereça
sua delicadeza em nossa angústia.

O amor não deve encerrar a coisa possuída,
mas ser parapeito de janela,ou cais
de onde se desprendem os revôos
e partam os navios da beleza
para voltar ou não,conforme amarmos:
nem de menos,
nem demais.

"Então, sem que a gente percebesse(talvez os outros tenham notado)
algo mudou.O amor é flor selvagem,que precisa de ar e liberdade
para desabrochar.Mas a palavra liberdade é como a soleira de uma porta
diante da qual paramos: ninguém a transpõe impunemente.
Se amas alguém,deixa-o livre,me disseram,
depositando nos meus ombros todo o peso do mundo."
Lya Luft/Secreta mirada e outros poemas.

Será que conseguimos ter sabedoria para amar deste jeito?
Humildade,desprendimento,generosidade,capacidade de doação,
AMOR no sentido amplo e profundo,só quem ama de verdade
é capaz disto.Então acho que
nunca amei.

3 comentários:

Sonia Regly disse...

Linda poesia.Muito bom gosto nas escolhas. Parabéns!!!! Apareça lá no Compartilhando as Letras.

Sonia Regly disse...

Querida,
Coloquei duas novas postagens: Uma falando sobre os rumos da Educação e outra homenageando à ISABELLA.Apareça por lá, me dê a alegria da sua visita.Te aguardo.Grande beijo.

Sonia Regly disse...

Seu Blog, está simplesmente lindo!!!!! Parabéns!!1