5 de mar de 2008

Canção da Estrela Murmurante

(Lya Luft)

"Nós nos amaremos docemente,

nesta luz,neste encanto,neste medo:

nós nos amaremos livremente

no dia marcado pelos deuses.


Nós nos amaremos com verdade

porque estas almas já se conheciam:

nós nos amaremos para sempre

além da concreta realidade.


Nós nos amaremos lindamente,

nós nos amaremos como poucos,

nós nos amaremos

no seu tempo."


2 comentários:

ÁRVORES DO SIMAO disse...

Caríssima, nas estrofes do futuro, o amor do poeta constrói a sua realidade; é concreta a atitude de amar, porque o tempo futuro é amor constante na poesia da Lya Luft.
Amor futuro presente.

abraço, simao

Mag disse...

Que lindo poema amiga Frô, venho te ler todo dia rsss..
Um beju de sua amiga muskitnha...