26 de mai de 2009

Saudade


(Vicente de Carvalho)

"Belos amores perdidos,
Muito fiz eu com perder-vos;
Deixar-vos sim; esquecer-vos
Fora demais, não o fiz.

Tudo se arranca do seio,
- Amor, desejo, esperança...
Só não se arranca a lembrança
De quando se foi feliz."

Um comentário:

mundo azul disse...

__________________________________

Acho esse poema uma graça!

Gostaria de ter sido eu a
escreve-lo...


Que formatação mais linda!


Beijos de luz e o meu carinho...
Obrigada pela sua gentil visita...Será um grande prazer seu retorno!

Zélia

__________________________________