30 de jan de 2008

Ausência


Parceria/Ômi da esquina e Frô

....Um dia ainda te mostro... as poesias que escrevi
Eram versos da tua ausência...meu coração turbulência
Eram retratos dos meus dias....pensando somente em ti.
Aqui só ficaram lembranças.... de quem se entregou sem limites
Meu coração - pura esperança... te ninava como uma criança
Meu corpo – puro desejo...te adorava com paixão
Minha alma - pura emoção... te amava com adoração.
Ilusão que o tempo impiedoso cobrou ...sonhos rasgados de um coração cansado
Noites insones,dias sem vida...dias de um passado que o tempo esgotou.
Sempre hei de levar comigo... cada marca que você deixou...
Marca entranhada....gravada pelo fogo...que um dia nos extasiou.

Um comentário:

Paulo disse...

Perdi a co-autoria...rsss. Ficou muito bonito, muito mesmo. Tua sensibilidade é demais. Aproveitando... errei mesmo o nome do meu blog. Aliás, erramos. O seu, tive que pesquisar. Estou incluindo seu blog nos meus links, que é para poder te visitar rapidinho quando quiser.
Corrigindo o meu end.:
gluckall.blogspot.com (Perfume de Coração)
Carinho